Wrestling Galaxy
Seja Bem-vindo à WG, um fórum de wrestling, onde também podes encontrar assuntos relacionados com design, futebol de outros desportos.

Temos artigos e passatempos para que te divirtas. Para poderes aceder a todo o conteúdo deves ter registar primeiro.

Brazilian Words #2 - WWE e a América Latina

Ir em baixo

Brazilian Words #2 - WWE e a América Latina

Mensagem por Mr. Fukuda em Sex Ago 12, 2011 3:48 pm

E depois do extenso artigo sobre o SummerSlam, hoje, estarei falando sobre algo muito relativo à atualidade da WWE... Os wrestlers mexicanos, ou da América Latina em geral. Talvez, eu falhe em algumas informações, já que estou a alguns dias pesquisando sobre o assunto, e os dados fornecidos na internet em geral são consideravelmente inúteis. Então meus amigos, “Viva la Raza”!

Os “luchadores” sempre fizeram bastante sucesso no mundo do Pro-Wrestling em geral. Com seus moves high-flyers, seus golpes velozes e impressionantes, sempre foram de impressionar qualquer fã da modalidade. A maior federação de wrestling do mundo, a WWE, não poderia deixar de ter alguns grandes nomes em seu histórico de lutadores, e é sobre isso que nós estamos falando!


Vamos começar pelo começo, para conseguirmos seguir uma ordem cronológica de fatos, e o começo que eu me refiro possui um nome: Merced Solis, mais conhecido como Tito Santana. Ele foi um dos nomes mais marcantes a se relacionar com México na World Wrestling Federation, lá no inicio da década de 80. É um passado distante, e fica difícil para mim, nascido em 1996, falar sobre algo que aconteceu antes mesmo de meus pais se casarem, porém, Tito foi um dos primeiro, ou mesmo o primeiro, lutador americano a se comportar e seguir uma gimmick com influência mexicana. Mesmo que ele não seja o primeiro, sem dúvidas, foi o primeiro a obter sucesso com tal gimmick, assim, abrindo as portas para futuros grandes wrestlers, tais como Eddie Guerrero, Rey Mysterio e outros. Nascido no Texas e vivendo uma gimmick mexico-americana, Santana teve uma carreira de sucesso, passando pela WWF, ECW, AWF e a WCW, com destaque para o prêmio de King of the Ring (conquistado em 1989 na WWF) e para o ano de 2004, onde foi introduzido para o WWE Hall of Fame por ninguém menos que “The Heartbeak Kid” Shawn Michaels.


Tito Santana não foi o único americano a ter uma gimmick identificada às características latina, e nem o único a obter sucesso com uma. Natural de El Paso, Texas, temos outro que sem dúvidas, merece receber um grande destaque aqui neste artigo, e este a quem me refiro, se chama Eduardo Gory Guerrero, sim amigos, Eddie Guerrero! Nascido numa família tradicional no ramo do wrestling, este não seguiu outra trilha. Em seus cinco primeiros anos lutando no circuito profissional, Eddie passou por diversas federações, tais como EMLL (Atual CMLL) e WWA no México e WCW nos Estados Unidos. Depois de mais dois anos lutando na AAA, Eddie teve três anos de experiência lutando na NJPW, no Japão. Ele também lutou durante um ano na ECW, onde teve combates magníficos contra Dean Malenko. Depois da ECW, foi a vez de Eddie retornar a WCW, onde se tornou United States e Cruiserweight Champion e protagonizou uma feud contra seu sobrinho, Chavo Guerrero. Ele passou cinco anos na WCW, até que esta foi comprada pela WWF. Ele e outros lutadores estrearam na WWF no dia 31 de Janeiro de 2000. Eddie foi demitido da WWF após ser pego dirigindo alcoolizado, então, saiu para lutar no circuito independente, tendo sua estreia na ROH em 23 de fevereiro de 2002, onde enfrentou Super Crazy. Lutou no circuito independente apenas até abril, quando voltou para a WWF, onde lutou até 2005, ano de sua morte. Eddie foi um lutador que ajudou de certa forma, a contribuir com a história do pro-wrestling do mundo inteiro, e isso, fez com que várias federações realizassem tributos e homenagens após sua morte. Na WWE/WWF, Eddie também recebeu diversos títulos de grande importância, tais eles como se tornar o sexto Grand Slam Championship; o décimo primeiro Triple Crown Champion; WWE Hall of Fame (2006); WWE Championship. Além disso, ele também criou catchphrases históricas, tais como: “Mamacita!”;”Viva la Raza”;”I Lie, I Cheat, I Steal” e entradas glamorosas, em seus low riders personalizados! Também tivemos outros membros da família Guerrero que mereciam destaque, tais como Hector e Chavo, porém, acredito que Eddie represente muito bem esta grande família.


Bem amigos, como vocês viram, durante a história da WWE, tivemos grandes wrestlers que viviam uma gimmick mexicana mesmo tendo nascido nas terras do “Tio Sam”, porém, também tivemos latinos legítimos na WWE e os primeiros que pode ser destacados, são os Mexicools. Para quem não sabe, “The Mexicools” foi uma stable que estreou na WWE em 2005, contando com a participação de Juventud, Psicosis e Super Crazy como membros. A stable tinha como um dos seus objetivos, questionar a falta de mexicanos legítimos na WWE e também, mostrar para o mundo inteiro, um pouco da cultura de seu país. Entradas sobre quadriciclos cortadores de grama, com a bandeira do México e tudo mais, que comprovava o alto patriotismo da equipe. Além de toda a parte out-ring da stable, a parte in-ring também era muito boa, com golpes bem armados e entrosados, mostrando um bom trabalho em equipe por parte dos três. Como disse anteriormente, a stable estreou em 2005, em um ataque à Chavo Guerrero e Paul London durante uma luta pelo WWE Cruiserweight Championship Match, mas já começou com sua decadência em 2006, com a demissão de Juventud, após diversos problemas nos bastidores. Ainda mais tarde, no meio deste mesmo ano, a dupla restante (Psicosis & Super Crazy) se separou, e Psicosis acabou sendo demitido antes mesmo de ter uma luta em sua single carrer , sobrando assim, somente Crazy, que aguentou ficar na companhia até 2008. Mesmo sem ter tido tanto sucesso na empresa, estes três podem ser considerados os três primeiros mexicanos legítimos a terem feito parte do roster da WWE.


Este artigo, é sobre a América Latina em geral, então, não poderíamos deixar de falar sobre o porto-riquenho Carlito, que se manteve na WWE por sete anos, até ser demitido em 2010, após ser reprovado em um exame antidrogas da companhia. Ele era facilmente reconhecido por seu cabelo no estilo afro, e também, por cuspir pedaços de maçã em seus adversários que ele considerava “not cool”. Há algum tempo atrás, eu vi um tweet muito interessante postado por ele:

“Acho que fui o cara a abrir as portas para os porto-riquenhos entrarem à WWE, e também o cara a fechá-las.”

Fazendo assim uma piada, sobre respeito da forma em que deixou a companhia e a decepção que ele causou a todos que possuíam uma grande expectativa para ele mesmo. Após passar sete anos na World Wrestling Entertainment, Carlito saiu com um histórico de títulos um tanto quanto humilde, se relacionarmos ao seu tempo de vida na empresa. Ele obteve apenas o WWE Intercontinental Championship e o WWE United States Championship, ambos por somente uma vez. Ele também conquistou o World e o WWE Tag Team Championship, com seu irmão mais novo, Primo Colón. Primo debutou em 2008, e formou uma Tag Team com seu irmão, quando acabaram obtendo grande sucesso no mundo das duplas, porém, em 2009, Carlito atacou Primo após eles perderem mais uma vez para Edge e Chris Jericho, fazendo assim, com que se iniciasse uma feud entre os irmãos. Em 2010, após um hell turn de Primo, os irmãos voltaram a formar uma dupla, que foi encerrada após a demissão de Carlito. Hoje, Primo não vem recebendo destaque algum, aparecendo raramente em open matches da RAW, e algumas vezes no WWE Superstars.

Desta vez, não estarei fazendo um “testamento” como disse nosso amigo Sin Cara a respeito de meu último artigo, e aqui já pude destacar os grandes nomes latinos que passaram pela WWE, bem, ao menos os grandes nomes que eu conheço. Hoje na WWE, encontramos uma realidade onde os lutadores mexicanos são essenciais para os eventos da companhia.


Mesmo não sendo legitimamente mexicano, Rey Mysterio pode ser considerado o mexico-americano de maior sucesso da história da empresa, já são oito anos de total sucesso e fãs pelo mundo inteiro. Para comprovar tamanho sucesso em sua carreira, nestes oito anos, Rey foi por uma vez WWE Champion, por duas World Heavyweight Champion, vencedor do Royal Rumble de 2006 e o vigésimo primeiro Triple Crown Champion. Mysterio sem dúvida foi um garoto prodígio, pois com apenas 15 anos, já lutava no circuito mexicano, com apenas 17, já fazia parte da AAA, grande federação do México, onde ficou durante três anos, até ir lutar na ECW, onde passou mais um ano, então, indo para a WCW, onde ficou lá por mais cinco anos, até o momento da empresa ser comprada pela então WWF em 2001. Rey debutou na WWE somente em 2002, aonde permanece fazendo sucesso até os dias de hoje. Por ter começado sua carreira no circuito mexicano, Rey adotou diversas das características dos luchadores daquela região, tais como movimentos velozes e a sua principal característica, o uso de uma mascara para “proteger” sua real identidade. Sua mascara que é um dos principais sucessos de vendas da companhia, comprovando mais uma vez, o tamanho de seu sucesso e popularidade.

Não estarei neste artigo escrevendo por completo as biografias destes wrestlers que venho citando, pois já temos um artigo para isso, o iRreverent Bios. Mesmo sem estar entrando em detalhes da vida dos lutadores citados acima, é possível ter uma noção de como eles foram de certa forma, importante para a diversificação no estilo de luta da empresa, não é? Até agora, já falamos sobre o que podemos considerar o passado e o presente da América Latina na WWE, então, chegou a hora de falarmos sobre o futuro, e este futuro possui dois nomes: Alberto Rodríguez e Ignacio Almanza.


Alberto Rodríguez, mais conhecido como Alberto Del Rio, é uma das apostas da WWE para um futuro de sucesso. Com muita técnica e mic-skill, ele consegue receber do público, as reações esperadas para cada promo. Apenas com sua forte expressão facial, ele consegue fazer uma simples promo, se tornar algo muito bem feito. O seu desempenho in-ring é incontestável, podendo ser considerada uma das melhores in-ring skill da atualidade. Tornou-se mundialmente conhecido após sua ótima passagem pela CMLL, com o nome de Dos Caras, Jr. Além de explorar o ramo da lucha-libre mexicana, Rodríguez também teve passagem no mundo do MMA, onde permaneceu a usar suas características de luchador, tal como seu ring-name e sua mascara. Não obteve muito sucesso na carreira de MMA, recebendo destaque apenas para sua derrota para Mirko “Cro Cop”, após tomar um chute esquerdo na cabeça depois de 46 segundos de luta. Para se adaptar ao modo de pro-wrestling entertainment americano, Rodríguez antes de debutar nos shows da WWE, teve uma passada pela FCW, onde ficou por um ano, tendo algumas participações em lutas não televisionadas em house-shows do RAW. Ele estreou oficialmente na televisão em 2010, com uma série de vídeos pré-gravados, onde dava para ver a alta classe de sua gimmick. O sucesso de Rodríguez é tão grande, que em apenas um ano, ele já venceu um Royal Rumble e é atualmente o Mr. Money in the Bank da Raw. Todos possuem grandes expectativas para que em breve, ele realize o cash-in e se torne WWE Champion, expectativas que podem ser correspondidas neste domingo, no SummerSlam. Eu sinceramente torço para que o cash-in de Rodríguez seja um sucesso, pois já tivemos uma falida luta pelo titulo no Wrestlemania, assim, desperdiçando a chance ganha no Royal Rumble.


Sin Cara, Místico ou Ignacio Almanza, como você preferir, foi o primeiro lutador a ser contratado após Triple H assumir o comando do novo departamento de desenvolvimento de novos talentos da WWE. Contratação que atingiu as expectativas esperadas, atingindo um grande público, onde os que já não eram, logo se tornaram fãs do ágil lutador. Seus golpes são tão velozes, que muitas vezes acabam saindo de controle e acabam sendo de certa forma, bizarros, porém, isso não tira o brilho de seus moves. Em tão pouco tempo, Sín Cara conseguiu atingir as expectativas esperadas para sua atuação na companhia, porém recentemente foi suspenso após violar o Programa de Saúde da empresa, um dia após o Money in the Bank, pay-per-views onde Sin Cara fraturou uma costela. Muitos relacionam este problema ao fato de Sin Cara não ter passado pela FCW, para receber um processo de adaptação ao estilo americano, ao contrário de Rodríguez, que passou pelo território de desenvolvimento, se adaptou, e até hoje não sofreu nenhum problema relacionado a violações.


A WWE vem investindo cada vez mais em lutadores latinos, especificamente os mexicanos, que vem correspondendo às expectativas esperadas pela direção da companhia. Acredito que após o sucesso de Del Rio e Sin Cara na empresa, a tendência seja que os investimentos aumentem ainda mais e sim, podemos considerar a possibilidade de um futuro com vários outros wrestlers de origem latino-mexicana. Saíram rumores, de que a WWE haveria contratado Averno, antigo rival heel de Sin Cara em sua época de CMLL. Mesmo sem a empresa confirmar a contratação, os boatos ganham força devido ao sucesso dos atuais mexicanos presentes na companhia. Os rumores seriam de que a WWE estivesse procurando contratar alguns outros lutadores mexicanos, antes da tour do Raw e SmackDown em Outubro no México.

E você, o que acha? O futuro da WWE será composto na maioria por mexicanos? O processo de desenvolvimento da lucha-libre vem formando melhores lutadores do que o processo americano? E Sin Cara se adaptará ao estilo de política da WWE ou acabará violando os termos mais uma vez? Digam o que vocês pensam, hermanos!


Última edição por Mr. Fukuda em Sex Ago 12, 2011 9:10 pm, editado 7 vez(es)
avatar
Mr. Fukuda
Backyard Wrestler

Mensagens : 57
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/08/2011
Idade : 22
Localização : Presidente Prudente, SP, Brasil

Ver perfil do usuário http://www.blogdofuks.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brazilian Words #2 - WWE e a América Latina

Mensagem por ,Levitate em Sex Ago 12, 2011 4:08 pm

Muito Bem escrito, Sim senhor Happy

_________________
avatar
,Levitate
Main-Eventer

Mensagens : 812
Reputação : 6
Data de inscrição : 31/07/2011
Idade : 22
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário http://forum.wrestlingalaxy.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brazilian Words #2 - WWE e a América Latina

Mensagem por Convidad em Dom Ago 14, 2011 1:58 pm

Gostei do texto. Muito simples de se ler e referiste os pontos importantes e os lutadores mais importantes Fixe

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brazilian Words #2 - WWE e a América Latina

Mensagem por Morishima em Dom Ago 14, 2011 2:05 pm

Gostei, belo artigo. ;)
avatar
Morishima
Nº1 Contender

Mensagens : 1143
Reputação : 3
Data de inscrição : 08/08/2011
Idade : 22
Localização : Porto

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brazilian Words #2 - WWE e a América Latina

Mensagem por Mr. Fukuda em Seg Ago 15, 2011 7:02 pm

Obrigado pessoal, ando meio ausente devido ao computador novo aqui, mas assim que der, voltarei com presença total =~]
avatar
Mr. Fukuda
Backyard Wrestler

Mensagens : 57
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/08/2011
Idade : 22
Localização : Presidente Prudente, SP, Brasil

Ver perfil do usuário http://www.blogdofuks.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Brazilian Words #2 - WWE e a América Latina

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum